Web site Do Concurseiro Solitário: GUIA Pra CONCURSEIRO

01 Apr 2019 15:29
Tags

Back to list of posts

<h1>Blog Do Concurseiro Solit&aacute;rio: GUIA Para CONCURSEIROS Novatos</h1>

<p>At&eacute; outro dia ela era a crian&ccedil;a bela que aparecia vez ou outra pela novela “Viver a Vida”, de Manoel Carlos. “Voc&ecirc; n&atilde;o &eacute; aquela que mora em B&uacute;zios? ”, costumavam se citar a ela pelas ruas do Rio, onde mora. O tempo passou e a jovem atriz teve a oportunidade de falar algo mais na trama. O figurino foi diminuindo &agrave; medida que tuas falas aumentavam, quase a todo o momento dirigidas para a sedu&ccedil;&atilde;o dos protagonistas de Mario Jos&eacute; Paz, o Maradona, e de Jos&eacute; Mayer, o conquistador Marcos.</p>

<p> Atravessar Sem Cursinho N&atilde;o &eacute; Improv&aacute;vel; Confira: agarrou a chance e contou que tem talento ao come&ccedil;ar a incendiar a trama com as arma&ccedil;&otilde;es de Soraia, sua personagem. Aos 23 anos, a atriz est&aacute; s&oacute; na sua segunda novela (a primeira foi “Cobras &amp; Lagartos”, assim como na Globo) e vem colhendo os louros de um excelente come&ccedil;o de carreira. Entre um trabalho e outro, ela fez o v&iacute;deo “Sonhos Roubados”, de Sandra Werneck, no qual vive J&eacute;ssica, m&atilde;e adolescente carente que se prostitui para sobreviver. O papel lhe rendeu o pr&ecirc;mio de Melhor Atriz no Festival do Rio 2009 e deu &agrave; atriz a chance de que precisava.</p>

<ul>

cursos-online-2.jpg

<li>&Eacute;rika Pacheco, aluna do Concurso Virtual zoom_out_map</li>

<li>Tenha um canto de estudos</li>

<li>Curso de No&ccedil;&otilde;es B&aacute;sicas de Mec&acirc;nica Automotiva</li>

<li>Frequentar cursinhos,</li>

<li>sete EXECU&Ccedil;&Atilde;O DAS MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS</li>

<li>Treinamento em recursos informacionais</li>

</ul>

<p>“Tomei cuidado pra n&atilde;o ser uma mo&ccedil;a estereotipada. Eu me despi de vaidade, usei cal&ccedil;a da Gang apertadinha, coloquei piercing no umbigo, projetei a barriga pra frente. Fiz o papel de cora&ccedil;&atilde;o aberto, como a todo o momento me proponho a fazer por todo servi&ccedil;o e fiquei muito feliz com o resultado”, conta Nanda.</p>

<p>A atriz viveu muitos desafios pessoais para que o sonho profissional se tornasse realidade. Saiu de resid&ecirc;ncia aos quatrorze anos e foi morar em S&atilde;o Paulo com uma tia, que morreu em acaso de carro aos vinte e sete anos. Decidida a continuar, foi para um pensionato de freiras, sempre que fazia o curso de teatro do diretor Wolf Maya. Foi ele quem lhe deu a primeira oportunidade.</p>

<p>E nesta hora ela prova, como mostra em entrevista exclusiva ao iG Gente, que apesar de que o trajeto tenha sido dif&iacute;cil, realmente compensa persistir. G: Como voc&ecirc; se descobriu atriz? Nanda: Minha m&atilde;e era dona de restaurante em Paraty (RJ) e eu vivia conversando com os turistas, a todo o momento fui destemida. Em cima do restaurante tinha um espa&ccedil;o onde eu organizava teatrinhos pra fam&iacute;lia e cobrava ingressos (risos). Eles achavam que era sonho de menina, no entanto aos quatrorze anos eu parti para tornar este sonho real. Sete Concursos Oferecem Mais De 4,2 1000 Vagas No Rio O Dia /p&gt;
</p>
<p>G: O que ocorreu? Inscri&ccedil;&otilde;es Abertas Pra Mestrado Profissional Em Ensino E Tuas Tecnologias — Portal IFFluminense : Meu sonho era destinar-se para o Rio, mas eu tinha uma tia que morava em S&atilde;o Paulo e fui com o objetivo de l&aacute;. A Impressionante Per&iacute;cia De Coopera&ccedil;&atilde;o Entre FHC E Lula Pela Transi&ccedil;&atilde;o . Entendo que era muito cedo pra sair de dentro de casa, contudo eu imediatamente estava desejando fazer alguma coisa com tudo o que sentia. S&oacute; que insuficiente depois que cheguei, minha tia morreu em um acontecimento de ve&iacute;culo. Fiquei desestruturada, no entanto como tinha bolsa no curso do Wolf Maya, resolvi afrontar o desafio.</p>

<p>Fui morar em um pensionato de freiras, alguma coisa radical, chorei algumas vezes, entretanto isso n&atilde;o me paralisou. &Eacute; necess&aacute;rio continuar mais robusto para saber se botar e poder se proteger. A toda a hora procuro ocupar as coisas com o meu esfor&ccedil;o. G: E como voc&ecirc; chegou &agrave; Tv? Nanda: O Wolf estava selecionando alunos do curso pra fazer um piloto de um projeto. Fiz uma cena com muita emo&ccedil;&atilde;o, ainda mais por tudo o que estava vivendo, mas que ele viu esperan&ccedil;a em meus olhos.</p>

<p>O projeto n&atilde;o foi pra frente, no entanto ao escalar o elenco pra “Cobras &amp; Lagartos”, ele se lembrou de mim. Depois fiz interpretei Dolores Duran no programa “Por Toda a Minha Vida”. Maneco e (o diretor) Jayme Monjardim me chamaram pra “Viver a Vida” gra&ccedil;as a desse servi&ccedil;o. G: E como voc&ecirc; est&aacute; reagindo ao sucesso e ao ass&eacute;dio?</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License